Baú‎ > ‎

ECONOMIA A - 10º Ano

PORQUÊ ESTUDAR ECONOMIA?

A iniciação ao estudo da Economia é hoje, no séc. XXI, indispensável à formação geral do cidadão português e da União Europeia, qualquer que seja o percurso académico que venha a seguir.


Economia é o estudo da humanidade na sua vida quotidiana”. Assim escreveu Alfred Marshall, grande economista do séc. XIX, na sua obra “Princípios de Economia”. Embora tenhamos aprendido muito sobre a Economia desde os dias de Marshall, esta definição de Economia é tão verdadeira hoje quanto o era em 1890, quando foi publicada a 1ª edição.

Porque é que um estudante do séc. XXI deverá estudar Economia? Existem três razões.

A primeira razão para estudar Economia é o facto de ela ajudar a entender o mundo em que vivemos. Existem muitas questões relativas à Economia que podem despertar a nossa curiosidade. Porque é tão difícil encontrar apartamentos na cidade de Nova Iorque? Porque é que as companhias aéreas cobram menos por um bilhete de ida e volta se o passageiro passar um Sábado à noite no seu destino? Porque é que Robin Williams ganha tanto por cada filme em que entra? Porque é que é fácil encontrar emprego em alguns anos e noutros é tão difícil? (...) Estas são apenas algumas das questões a que a Economia poderá dar resposta.

A segunda razão para estudar Economia é o facto de isso nos tornar participantes mais perspicazes da economia. Durante a nossa vida, vamos tomar muitas decisões económicas. Enquanto estudantes, temos de decidir quantos anos vamos andar na escola. Depois de termos um emprego, temos de decidir quanto do nosso rendimento vamos poupar e como iremos aplicar essa poupança.(…) Estudar Economia não nos tornará ricos, mas irá fornecer algumas ferramentas que poderão ajudar nesse sentido. A terceira razão para estudar economia é o facto de ela nos proporcionar uma melhor compreensão dos potenciais e dos limites da política económica. Como eleitores, ajudamos a escolher as políticas que orientam a afectação dos recursos da sociedade. Ao decidirmos que políticas apoiar, poderemos fazer a nós mesmos várias perguntas sobre a economia. Quais os custos associados a formas alternativas de tributação? Quais os efeitos do livre comércio? Qual a melhor maneira de proteger o ambiente? Como é que o défice orçamental afecta a economia? Estas e outras questões semelhantes estão sempre na cabeça dos decisores de política económica. Portanto, os princípios da economia podem ser aplicados em muitas situações das nossas vidas. No futuro, seja qual for o nosso trabalho, ficaremos agradecidos por ter estudado Economia.

Adaptado de 

“Introdução à Economia” – N. Gregory Mankiw

 

Adaptado de José Sande


It's the economy, stupid!

Antes das eleições de 1992, George H. W. Bush destacava-se pela sua popularidade, alcançando um recorde histórico de 90%.
Os assessores de Bill Clinton sugeriram então que fosse para o terreno da vida quotidiana dos americanos.
Utilizando o slogan da campanha “É a economia, estúpido”, conseguiu um inesperado triunfo, ao conseguir que o a classe média americana entendesse como é que as decisões económicas podem afectar o seu dia-a-dia.